quarta-feira, 20 de abril de 2011

I Arraial do Boi Rosado

Vida é multirão, de todos por todos, remexida e temperada ( Guimarães Rosa)


No dia 27 de junho , data em que se comemora o nascimento de Guimarães Rosa, foi realizado no Parque Municipal de Belo Horizonte, das 14 as 18 horas o I Arraial do Boi Rosado. Na ocasião foi comemorado o 1º aniversário do Boi Rosado e o 101º do nosso imortal escritor.





Tudo começou com uma exposição em varal com frases de Guimarães Rosa e de poemas sobre a frase roseana “O Sertão é do tamanho do Mundo” criados pelos poetas Rogério Coelho , Brenda Marques Pena, Regina Mello, Lívia Tucci, Olegário Alfredo, Aníbal Albuquerque, Ronildo Arimatéia, Bilá Bernardes, Cláudio Márcio Barbosa, Ângela Togeiro, Clevane Pessoa de Araújo e Marina Mazzone.



Depois, para a alegria de todo, o aparecimento do Boi Rosado, que saiu de trás do Palácio das Artes ao som de tambores, sanfona, palmas , contos e gritos de uma pequena multidão. De lá a animação continuou em cortejo até o Arraial (Praça dos Patins ao lado do Teatro Francisco Nunes) onde foram realizadas inúmeras atividades , como, quadrilha , forró, ciranda e intervenções poéticas.

Tudo isso, acompanhado de saborosas pipocas, caldos de feijão e da sanfona e zabumba de Renan do Acordeon e seus convidados. O coroamento da festa aconteceu ao final com leitura da biografia de Guimarães Rosa e alguns de seus versos do livro“Grande Sertão:Veredas, o canto de parabéns para os dois aniversariantes puxado pela sanfona e a belissíma voz da cantora e poetisa Lívia Tucci e o corte de um bolo achocolatado que foi saboreado por todos.

































Observação: fotos acima cedidas pelo poeta Rogégio Coelho e fotos abaixo cedidas pela poetisa Brenda Marques Pena.











AGRADECIMENTOS

Os Amigos e Simpatizantes do Boi Rosado agradecem a todos que direto ou indiretamente contribuíram para o sucesso desse multirão cultural.


APRECIAÇÃO DOS PARTICIPANTES:

"O Arraial do Boi Rosado foi um grande encontro em homenagem a um dos maiores escritores de Minas. Mesclar a tradição das festas juninas com a poesia da obra de Rosa é celebrar a memória de um Estado tão rico em expressões artísticas populares. O Sertão de Guimarães Rosa é o mundo, assim como o escritor pertence a um regionalismo com características universais."

Brenda Marques Pena
Presidente do Instituto Imersão Latina


REALIZAÇÃO:

Amigos e Simpatizantes do Boi Rosado

APOIO:

Restaurante Dona Preta - comida caseira
SindUte - subsede Betim
M'Boitatá Arte & Antiguidade
Fundações de Parques Municipais de Belo Horizonte
Jirau dos Iabás
Instituto Imersão Latina - IMEL,
Museu Nacional da Poesia - MUNAP
ColetiVoz
Trilhas de Minas